Starfinch (Phoephila ruficauda)

27/03/2011 09:31

Nem só de cangurus vive a Austrália. Enquanto esse mamífero pulador percorre os campos daquele país, bem acima da terra firme, voa sublime o Starfinsh. O Starfinsh (nome popular inglês) ou Diamant à Queue Rouge (nome popular francês) é um gracioso passarinho que vive do Norte ao Nordeste da Austrália, principalmente próximo a rios e riachos e em regiões ricas em paisagens arbustivas.
Esse tipo de vegetação é predileta da espécie para a construção de seus ninhos. Em estado selvagem, o ninho do Starfinsh costuma ser esférico, e o pássaro gosta de fazê-lo entre os arbustos. No seu habitat ele vive em pequenos grupos, e se alimenta de grãos, gramíneas e outras plantas herbáceas.

Bastante dócil, essa espécie que mede de 10 a 11 cm é muito sociável e pode ser criada facilmente em viveiros. Aliás, no Brasil ele só existe em cativeiro. Se o temperamento desse passarinho fosse medido pela intensidade de suas cores, certamente o Starfinsh seria um daqueles "pinta brava". Essa ave é dona de uma pelagem lindíssima. Sua cabeça é matizada por um forte vermelho carmesim, "salpicada" por pequenas manchas brancas até a altura da garganta, próximo às asas. Seu corpo é verde-oliva, e a cauda de um vinho "sóbrio e charmoso". A parte de trás das asas é verde acinzentado, e o bico, vermelho. A fêmea é um pouco menor do que o macho, e ainda apresenta a mancha vermelha da cabeça também em proporção menor.

A exemplo de outros pássaros da mesma família, o Starfinsh não é muito dado às funções de "administrar sua prole". São raríssimos os casos em que a fêmea chega a chocar seus ovos. Na maioria das vezes, entra em cena o Manon (Lonchura spp), famoso pela suas qualidades de perfeito pai adotivo.

Para se criar o Starfinsh, aconselha-se providenciar de 3 a 4 casais de Manon igualmente em período de reprodução, para cada casal do pássaro. Isso possibilita o aproveitamento da maioria dos ovos. Ocorre que o Starfinsh volta a fazer nova postura alguns dias depois de ter seus ovos retirados do ninho, e a Manon só consegue chocar 4 por vez.

O Starfinsh põe 1 ovo por dia, durante 4 a 6 dias, num ciclo que tem um intervalo de 15 dias, por todo tempo de acasalamento, que dura aproximadamente 6 meses. Assim, retire os ovos do ninho do Starfinsh à medida em que forem sendo postos, e resrve-os em uma caixinha propriada. No quarto dia da postura, coloque 4 ovos no ninho do Manon. O Starfinsh continuará a botar outros ovos, que irão para outro Manon, e assim sucessivamente. É sempre bom lembrar que você deve se desfazer dos ovos da "mãe adotiva", para que esta só choque os ovos do Starfinsh. Esse pássaro costuma ter de 2 a 3 posturas por ano. A eclosão dos seus ovinhos se dá aos 13 dias. No 20º dia você poderá ver os filhotinhos recobertos de plumagem.

O Starfinsh é um passarinho calmo e meigo. Tranqüilo, é ideal para pessoas que tenham o mesmo temperamento. Canta baixo e não é dos mais barulhentos.

O Starfinsh não é exigente nem chato, vivendo bem numa gaiola pequena. Não se esqueça, porém, de dispensar-lhe o mínimo de condições de higiene. Limpe com uma escova as grades, poleiros e o fundo da gaiola, lembrando-se também de forrá-lo com papel. Água fresquinha para beber e para os banhos gostosos (em vasilhas distintas) também são indispensáveis. No comedouro, coloque sempre sementes - painço, alpiste, senha - verduras ou ainda uma iguaria que você mesmo pode preparar, a farinhada (feita com gema de ovo cozido, farinha de milho, farinha de rosca e farinha de cereais).

Faça exames de fezes regularmente na sua ave, pelo menos 2x ao ano. E em qualquer sinal de anormalidade consulte sempre um veterinário especializado.