Manon (Lonchura spp)

27/03/2011 09:48

Manon, é um pássaro dócil, muito esperto de aparência discreta, fácil de criar, com o tamanho aproximado de 11 cm, adora tomar banho todos os dias não faz nenhuma exigência de local, se adapta tanto no calor quanto no frio. É da família dos Estrildinos com cores que variam do preto ao branco, marrom e canela. Ele choca o ano todo, e ainda é considerado uma ótima ama seca, além de criar muito bem seus filhotes, ainda ajuda na criação de outros exemplares. Não existe diferença entre o macho e a fêmea, o ideal, é deixar junto em uma gaiola vários pássaros, e ficar observando, o primeiro que começar a emitir um som (cantando) e que é fácil de identificá-lo, provavelmente esse é um macho. Para você ter sucesso na sua criação, todos os procedimentos como iluminação, local, as gaiolas, o casal (matrizes) filhotes, tudo isso é muito bonito, mas o que fará com que tenha realmente sucesso é a higiene (limpeza). Não descuide desse item: manter limpo o local onde ficam as gaiolas, os poleiros, a alimentação. Sendo assim só terá pássaros sadios sem problema de doenças

 

Gaiola: Procria até em gaiolas pequenas e deve ser de malha fina medindo 43x31x20 para um casal.


Alimentação: É a base de grãos (30% alpiste, 70% de painço), constituída de alpiste, milho alvo e painço, e na época de procriação, uma farinhada a base de ovos, verduras (almeirão, espinafre e chicória). Farinhada é essencial para a boa saúde do pássaro  e deve ser servida e trocada todos os dias, especialmente na época de reprodução e muda de penas, também devemos servir  osso de siba, ou casca de ovos de galinha torrada por 20 a 30 minutos e triturada, os dois produtos são fontes de cálcio essenciais para os pássaros principalmente na época da postura, quando e especial as fêmeas precisam de reposição de cálcio. Para completar, uma tigela de areia de rio lavada, deve ser deixada a disposição dos pássaros, a  areia é um elemento muito importante para a saúde dos pássaros. É ótimo para a higiene e para mantê-los em boas condições de saúde, pois contém minerais, cálcio e  auxilia na digestão das aves.

Reprodução: Põe de 4 a 6 ovos e com 13 dias os filhotes nascem. O importante desta criação é que o macho ajuda tanto a chocar quanto alimentar. Feita a separação dos casais e construído o ninho, a fêmea do Manon passa por um período de incubação que varia de 13 a 18 dias. Nascendo os filhotes, convém reforçar a alimentação com a farinhada de canário. Ao término de 45 dias em média, os filhotes estão prontos para se alimentarem sozinhos e com isso devem ser separados dos pais. Inicia-se todo o processo novamente, contando desta vez com outros exemplares.

 

Higiene: Todos os dias, trocar a comida, água dos bebedouros, e fazer uma limpeza do fundo da gaiola.

Procure sempre um Médico Veterinário especializado para demais orientação. Realize exame de fezes pelo menos 2x ao ano na sua ave.