Mandarim

27/03/2011 09:49

Na natureza é encontrado em todo o território australiano. É um pássaro de fácil adaptação e criação, além de ser muito dócil. Sua criação pode ser feita tanto individual com em colônia. Para a criação individual é necessária uma gaiola de 40X30X30 cm com um ninho de madeira tipo caixa, colocado por fora da gaiola.

Deve-se fornecer capim barba de bode ou semelhante, para eles tecerem os ninhos. A alimentação deve ser feita fornecendo sementes de painço, alpiste e misturas prontas encontradas em lojas especializadas, além de verduras. O diamante mandarim, é um pássaro granívoro, por isso deve ser alimentado com uma mistura de sementes, 30% alpiste, 70% de painço, mistura esta que deve ser soprada e reposta todos os dias,  verduras como almeirão, espinafre, ou chicória  devem ser fornecidas pelo menos uma vez por semana. A farinhada é essencial para a boa saúde do pássaro e deve ser servida e trocada todos os dias, especialmente na época de reprodução e muda de penas, também devemos servir  osso de siba, ou casca de ovos de galinha torrada por 20 a 30 minutos e triturada, os dois produtos são fontes de cálcio essenciais para os pássaros principalmente na época da postura, quando e especial as fêmeas precisam de reposição de cálcio. Para completar, uma tigela de areia de rio lavada, deve ser deixada a disposição dos pássaros, a  areia é um elemento muito importante para a saúde dos pássaros. É ótimo para a higiene e para mantê-los em boas condições de saúde, pois contém minerais, cálcio e  auxilia na digestão das aves.

O principal diferencial entre machos e fêmeas esta na presença das bochechas alaranjadas nos machos. Hoje podemos encontrar diversas cores oriundas de mutações.

Instalações: Gaiola de metal, com 40cm de altura x 50 de comprimento x 30 de profundidade.

Cuidados essenciais:A água do bebedouro deve ser trocada diariamente. E como adoram tomar banho, você pode colocar na gaiola uma pequena banheira de cerâmica para que eles possam se divertir, tendo o cuidado de trocar igualmente essa água todos os dias. A água, nesse caso, também ajuda a manter a umidade necessária para que os ovos choquem. Da mesma forma, a gaiola e o poleiro devem estar bem limpos. A bandeja precisa ser limpa com intervalos de um dia e o poleiro uma vez por semana.

Idade de reprodução: começa aos 9 meses, o ideal é iniciar com um ano de idade.
Postura: A fêmea põe de 4 a 8 ovos que eclodem entre 12 a 16 dias.
Filhotes: Após 16 dias já se alimentam sozinhos e aos 18 a 20 dias começam a voar.
Ninho: Eu uso externo de caixa de madeira 20 x 20 x 20 , mas podem ser usados também os ninhos do tipo taça, os mesmos usados para canários.
Material para construção do ninho: Capim barba de bode e a grama japonesa, grama negra, ou sisal.

O mandarim é uma ave muito rústica e dificilmente fica doente.Em situações adversas e de estresse, costuma arrancar penas do corpo, o que faz também na falta de material para fazer o ninho. São grandes criadores, cuidam muito bem dos filhotes e reproduzem com muita facilidade. São pássaros que podem ser misturados com outras espécies não agressivas e podem ser criados em colônias sem problemas. Devemos fornecer farto material, como grama japonesa, sisal, grama preta ou capim barba de bode. A identificação sexual pode ser feita pelo canto do macho.

Procure sempre um médico veterinário especializado para efetuar o corte de unhas. Realize exame de fezes pelo menos 2x ao ano na sua ave.