Criando e Alimentando em Cativeiro Trachemys (Tigre D´agua)

27/03/2011 10:06

Ao adquirir um animal selvagem ou pensar em fazê-lo, leve-o ao veterinário capacitado para que ele possa fazer os exames preventivos de saúde ou tirar dúvidas quanto à alimentação e manejo. Sempre que seu animal estiver "diferente", leve-o rápido ao veterinário qualificado de modo que possa ser restabelecida a sua saúde e, caso você tenha dúvidas a respeito de alguma coisa entre em contato com este profissional. Trata-se de animais que vivem em rios, com carapaça delgada e membranas entre os dedos, para facilitar o nado. Os cágados são animais que vivem praticamente todo o tempo na água ou próximo dela, mas necessitam ter a opção de sair dela quando precisam.
Alimentação:
Na natureza elas comem peixes e insetos aquáticos, larvas de mosquitos, vermes e outros invertebrados. A base da alimentação dos indivíduos jovens é carnívora (70%), sendo que 30% da alimentação das tartarugas jovens é vegetal. Quando adultos a maior parte da alimentação é vegetal (90%) e apenas 10% animal. Prefere ambientes aquáticos quietos, calmos, com fundo de lama e com espaço suficiente para que possam tomar sol. Vivem em uma única região, saindo apenas para hibernar ou desovar. Vivem em média 30 anos em ambiente natural. Estes cágados se alimentam de  Ração comercial para tartarugas aquáticas, ração comercial para carpas, camarão, camarão dessecado (Tetra Gammarus), neonatos de camundongos ou adultos, dependendo do tamanho da tartaruga, peixes de aquário vivos, minhocas, lesmas, ração comercial para cães e gatos, insetos. Pedaços de carne bovina, frango, peixes, crustáceos e outros até podem ser dados, porém vai ter que ser em tamanhos pequenos e moderadamente.
O mais importante é variar o conteúdo da dieta de forma a fornecer uma variedade de nutrientes que possa suprir as necessidades de seu animal. Adultos devem comer de duas a três vezes por semana para evitar obesidade, e filhotes comem todos os dias.
Aquaterrário:

Quanto a acomodação do animal é preciso providenciar um aquaterrário, que consiste de um aquário que possuem uma parte seca e outra não. Você pode começar com um pequenininho já que sua tartaruga vai ser pequena, porém a medida que ela cresce você deverá aumentar o tamanho do aquaterrário.Você encontra esses aquaterrários em lojas grandes de animais. Necessitam de 60% de água. Dentro dos aquaterrários você vai precisar da iluminação, que compreenderá o período do dia e uma parte da tarde, essa luz até pode ser natural, porém, o ideal é colocar uma lâmpada fluorescente com radiação UVB (Repto-Glo ou Reptisun 5%). Outro ponto importante a ser considerado é a temperatura, que deve estar em torno de 22 à 25º C durante a noite e até 32ºC durante o dia, porém sempre é bom conferir com um termômetro.